Inverno aumenta o risco de infarto?

Parece mito, mas é verdade. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) há um registro de aumento de até 30% de casos de infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral) durante o inverno. A explicação para esse aumento é uma reação automática do organismo para impedir a perda de calor do corpo nos dias frios, que provoca a vasocontrição.

 

A vasocontrição é a contração, estreitamento, dos vasos e artérias, que causa a diminuição do transporte de sangue para as mãos e os pés, e também faz com que ele chegue com menos força no coração. Em virtude disso, o coração passa a ter que fazer mais esforço para bombear o sangue para as diversas partes do corpo, e pode ficar sobrecarregado.

 

A situação representa um risco maior para pessoas com doenças cardiovasculares, tais como aterosclerose – acúmulo de gordura; vasculite – inflamação nos vasos sanguíneos; varizes e vasinhos – veias e vasos doentes que trazem problemas para a circulação; tromboses – coagulação anormal do sangue; entre outros. Isso porque, com o estreitamento de vasos e artérias, a presença de coágulos ou placas de gordura aumentam a chance de ocorrer o bloqueio do sangue para o coração, provocando o infarto.

 

Para minimizar isso, a melhor recomendação é sempre a prevenção: prática de atividades físicas, alimentação mais saudável, controle do peso, não fumar e, principalmente, realizar o controle com o médico especialista.

 

A realização do check-up vascular é recomendada pelo menos uma vez ao ano, especialmente para pessoas com doenças cardiovasculares ou histórico familiar.

 

O check-up vascular prevê a realização da avaliação clínica e, quando necessário, de exames complementares. Assim, favorece o diagnóstico precoce e possibilita a indicação e condução de um tratamento médico mais assertivo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *