Laser transdérmico – Vasinhos

O Laser Transdérmico é usado para o tratamento dos vasinhos, as Telangiectasias ou varicoses. Pode ser feito com auxílio da aplicação tradicional e/ou como método isolado.

O tratamento é feito através do “disparo” do laser onde o vasinho está localizado, para que a dissipação do calor destrua o vaso.

O Laser Transdérmico é considerado um tratamento menos invasivo e efetivo, pois o laser emite uma energia captada pela hemoglobina, ocorrendo então um tratamento localizado no vaso, evitando lesões de pele e de estruturas indesejadas.

No entanto, o Laser necessita de cuidados para tratar de pacientes com pele bronzeada.

A QUEM SE APLICA

A pacientes com vasinhos de calibre e profundidade menores.

como funciona

  • Através de aparelhos de realidade aumentada, o médico localiza o local das veias nutrícias e dos vasinhos, orientando os locais de disparos do laser.
  • É feito o disparo do laser nos locais indicados;
  • A dissipação de calor, “queima” o vaso, que posteriormente é absorvido pelo organismo;
  • É necessária mais de uma sessão para ter um resultado efetivo. A indicação do número de sessões, bem como, do intervalo entre elas será feita pelo médico, especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular.

recomendações, restrições e contraindicações

Recomendações e restrições:

  • É fundamental que o Laser Transdérmico para tratamento de telangiectasias seja feito por um especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, para que se possa ter um resultado mais efetivo e seguro, pois o especialista entende da fisiopatologia e das complicações das doenças vasculares.

Contraindicações:

  • O laser não é recomendado para pessoas de cor negra ou bronzeadas;
  • Pacientes com lesões ou inflamações na pele também não devem realizar esse tratamento.

Para mais informações, confira os artigos em nosso blog ou marque uma consulta com um médico, especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular.