Check-up vascular: já fez o seu esse ano?

O ano já está quase no fim e a pergunta é: você fez o seu check-up vascular em 2018?
Na correria cotidiana, muitas vezes as pessoas deixam para procurar o médico quando já estão com algum problema mais sério, o que pode até representar um risco para a vida.
O Check-Up Vascular é super importante, pois ele possibilita que algumas doenças vasculares sejam identificadas precocemente, ainda na fase inicial.
Assim, o médico, Angiologista e Cirurgião Vascular, poderá indicar o tratamento e profilaxia mais adequados para o paciente, minimizando sintomas e, principalmente, complicações futuras.

 

Quem precisa fazer o check-up vascular anual?

O check-up vascular pode ser feito por qualquer pessoa, no entanto, é indicado:

• Quem já registrou algum problema vascular – varizes, vasinhos, trombose, entre outros;
• Quem tem histórico familiar de doenças vasculares;
• Pessoas com obesidade;
• Fumantes;
• Idosos.

 

Quais doenças vasculares podem ser identificadas em um check-up vascular?

 

Entre as doenças vasculares que podem ser diagnosticadas no check-up estão:
Varizes
Trombose
Obstrução das artérias carótidas (que pode provocar o AVC)
• Dilatação anormal das artérias (que pode causar o aneurisma).

 

Como funciona?

 

O check-up vascular é conduzido por um médico, especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, que vai realizar o exame clínico e recomendar:

• Exame de sangue
• Exames complementares.

O processo é simples e não demanda muito tempo. E, o mais importante, faz muito bem para a sua saúde!

 

DR. GUSTAVO COSTA FRANKLIN DOS REIS

ANGIOLOGISTA E CIRURGIÃO VASCULAR

Anticoncepcional causa varizes?

Existem muitos mitos e polêmicas em relação ao uso dos anticoncepcionais e o aparecimento de varizes. Para esclarecer algumas dúvidas que sempre recebo em meu consultório, apresento algumas informações básicas sobre o assunto.

 

Anticoncepcional causa varizes?

Os anticoncepcionais, sejam eles injetáveis, transdérmicos ou orais, são considerados fatores potencializadores de varizes e causadores de trombose.
Isso acontece em virtude dos hormônios presentes na sua fórmula:
• Estrogênio – que pode interferir na parede das veias e prejudicar a circulação de sangue; e
• Progesterona – que proporciona dilatação das veias e interfere no fluxo do sangue.

 

É preciso parar de tomar anticoncepcional?

Vale lembrar que o anticoncepcional, por mais simples que possa parecer, também é um tipo de remédio. Por isso, é fundamental que o seu uso seja recomendado e acompanhado por um médico ginecologista.
Para as mulheres que apresentam doenças vasculares, passado de trombose, vasculite diagnosticada ou histórico familiar dessas doenças, é recomendável que, além do ginecologista, também façam o acompanhamento com um angiologista e cirurgião vascular.
Importante ressaltar que as pessoas que tenham registro de quadro de trombofilia, doença do sangue diagnosticada, têm que redobrar os cuidados e sempre fazer o acompanhamento com o angiologista e cirurgião vascular.
Em muitos casos, o método contraceptivo pode ser alterado ou serão repassadas orientações sobre como controlar ou evitar outros fatores potencializadores de trombose e de outras doenças.

 

Check-up vascular

Prevenir é sempre o melhor remédio. Por isso, sempre recomendo a realização de um check-up vascular, mesmo para pessoas que ainda não tenham o diagnóstico de doenças vasculares.
Isso porque, o check-up permite prevenir as doenças ou identifica-las precocemente, permitindo a indicação do tratamento mais adequado e assertivo.

 

Por Dr. Gustavo Costa Franklin dos Reis

Dr. Gustavo Franklin fala sobre Trombose Venosa para médicos do Pró-Plástica

O Cirurgião Vascular e Angiologista, Dr. Gustavo Franklin, participou na última semana de um encontro com médicos do Pró-Plástica, em Belo Horizonte. Ele foi convidado para falar sobre Trombose Venosa e Antigoagulantes. O encontro promoveu a troca de conhecimentos, de experiências e de aprendizados entre os médicos.

Os temas abordados por Dr. Gustavo Franklin são de extrema importância em procedimentos cirúrgicos, por isso, a necessidade de médicos estarem em constante reciclagem e atualização. Afinal, a ocorrência da Trombose Venosa pode ser potencializada por cirurgias, entre outros fatores.

Para que você entenda um pouco mais sobre Trombose Venosa, elencamos 5 dúvidas comuns de pacientes:

 

O que é a Trombose Venosa?

A Trombose Venosa ocorre quando a coagulação (que é um processo normal para evitar a perda excessiva de sangue quando há uma lesão no vaso) é feita de forma atípica nas veias profundas, impedindo o fluxo sanguíneo. Isso pode levar a uma inflamação da parede das veias, a deficiência do funcionamento das veias e, até mesmo, a embolias pulmonares, que podem ser fatais.

Quais as principais causas da Trombose Venosa

A Trombose Venosa pode ser motivada por uma inflamação na veia, pela diminuição do fluxo sanguíneo ou por uma alteração na coagulação.

Ela pode ser potencializada por vários fatores, entre eles: cirurgia, pós-cirúrgico, necessidade de ficar acamado, tratamento hormonal, uso de anticoncepcionais, idade avançada, varizes, tumores, traumas, obesidade, tabagismo, infarto, anormalidades genéticas e, até mesmo, viagens mais demoradas – necessidade de ficar muito tempo sentado.

Quais são os principais sintomas?

Os sintomas mais comuns são: inchaço, vermelhidão, sensação de calor, dor, pele azulada (ou esbranquiçada) e dificuldade para andar.

Mas, é preciso muita atenção, pois a Trombose pode ser assintomática, ou seja, não apresentar sintomas muito evidentes e que muitas vezes são muito parecidos com outras doenças. Por isso, é importante manter um check-up vascular anual e, a qualquer sintoma, procurar um médico.

Quais são os tratamentos para a Trombose Venosa?

O tratamento será indicado de acordo com a situação do paciente e com o seu histórico de saúde. Entre os tratamentos possíveis estão:

Em casos menos complexos: uso de meias de compressão, uso de anticoagulantes, infusão de medicamentos.

Em casos mais complexos: cirurgia, trombectomia, angioplastia.  Para mais informações CLIQUE AQUI

É possível prevenir a Trombose Venosa?

Sim, é possível prevenir a Trombose Venosa, principalmente evitando ou controlando os fatores potencializadores:

– Vida mais saudável: prática de atividades físicas, controle de peso, alimentação mais saudável e parar de fumar;

– Acompanhamento médico: seja pós-cirúgico, de tratamentos de traumas ou outras doenças e um check-up vascular anual.

-Uso de anticoagulantes: em casos pós-operatórios e em pacientes acamados.

 

Para mais informações CLIQUE AQUI